quinta-feira, 5 de junho de 2014

Arquitetura Corporativa e Interoperabilidade – Camada de Projetos

Olá leitores da Comunidade Áreas de Integração!

No primeiro artigo dessa série, que trata de Arquitetura Corporativa e Interoperabilidade, foi proposto um Modelo de Conteúdo para Arquitetura Corporativa, seguido de uma abordagem sobre a relação entre Arquitetura Corporativa, Arquitetura Orientada a Serviços e Interoperabilidade. No artigo seguinte foi detalhada a Camada de Negócios e, o último artigo publicado tratou da Camada de Estratégia. Conforme prometido, este artigo abordará a Camada de Projetos proposta para o Modelo de Conteúdo.

Independente do porte, a Gestão por Projetos hoje é adotada em todas as organizações com objetivo de garantir melhores resultados, sobretudo, no desenvolvimento de novas tecnologias e implementação de novas politicas e metodologias. Este artigo busca relacionar o tema à Arquitetura Corporativa e, por consequência, a uma melhor governança e gestão, além da interoperabilidade, que é o nosso tema central.

O Instituto de Gerenciamento de Projetos (Project Management Institute - PMI), é uma das maiores associações para profissionais de gerenciamento de projetos do mundo.

Por definição do PMI, um projeto “é um conjunto de atividades temporárias, realizadas em grupo, destinadas a produzir um produto, serviço ou resultados únicos.”

Ainda de acordo com o PMI, “um projeto é único no sentido de que não se trata de uma operação de rotina, mas um conjunto específico de operações destinadas a atingir um objetivo em particular. Assim, uma equipe de projeto inclui pessoas que geralmente não trabalham juntas, algumas vezes vindas de diferentes organizações e de múltiplas geografias.”

Além disso, esses profissionais envolvidos em um projeto, frequentemente, possuem diferentes conhecimentos e habilidades e assumem diferentes papéis em seus locais de trabalho.

“O Gerenciamento de Projetos é a aplicação de conhecimentos, habilidades e técnicas para a execução de projetos de forma efetiva e eficaz. Trata-se de uma competência estratégica para organizações, permitindo com que elas unam os resultados dos projetos com os objetivos do negócio.” É, portanto,  um importante instrumento para transformar a estratégia em resultados. 




Essas informações já nos dão uma noção do relacionamento existente entre a Camada de Projetos e as demais camadas do Modelo de Conteúdo dentro de uma organização, muito fortemente à de Estratégia.

A Camada de Projetos tem a função de conter as principais informações e relacionamentos que dizem respeito a:
  • Portfólio: Coleção de programas e/ou    projetos agrupados de modo a facilitar a sua integração em torno dos objetivos estratégicos da organização;
  • Programas: Conjunto de projetos relacionados entre si e coordenados de maneira articulada para a consecução de objetivos convergentes, um objetivo estratégico mais abrangente.
  • Projetos: Lista de empreendimentos não repetitivos, caracterizados por uma sequência clara e lógica de eventos, com início, meio e fim, com a finalidade de criar ou modificar um produto ou serviço único.

Assim, esta camada trata substancialmente dos principais aspectos voltados para o gerenciamento de projetos (Portfólio, Programas e Projetos). Nela, poderão ser armazenadas, por exemplo, as listas de Portfólio, Programas e Projetos, seus escopos e os resultados sobre o cumprimento de prazos e custos. É importante salientar que os detalhes relacionados ao gerenciamento de Projetos devem ser tratados por ferramenta específica. A solução de apoio à Arquitetura Corporativa deve, preferencialmente, ser integrada com a solução de gerenciamento de projetos da organização.

A arquitetura corporativa, do ponto de vista de governo federal, pode conter um Programa de Governo que envolva diferentes órgãos da esfera pública. Dessa forma é extremamente importante que as relações externas a cada uma das organizações envolvidas, no que diz respeito às suas gestões de processos, sejam mapeadas e consideradas como entes interoperáveis.

O mesmo ocorre dentro de cada organização na qual, por exemplo, o seu Portfólio de Projetos, envolve várias áreas internas que, frequentemente, trabalham em conjunto ou dependem umas das outras para alcançar um objetivo estratégico. Da mesma forma, essas inter relações devem estar claramente delineadas no Modelo de Conteúdo.

No próximo artigo, detalharemos um pouco mais sobre a Camada de Processos. Até lá!

Nenhum comentário :

Postar um comentário