sexta-feira, 30 de maio de 2014

Jornada INDE / Academia aconteceu em Brasília, nos dias 27 e 28 de maio


A Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (INDE) foi criada pelo Decreto Nº 6.666 de 27/11/2008 com o objetivo de disseminar os dados geoespaciais existentes nas instituições do governo brasileiro de forma aberta e transparente. Coerente com esse propósito, a gestão de informações na INDE deve ser aperfeiçoada através do compartilhamento de boas práticas, discussão sobre políticas de desenvolvimento da rede de informações e proposição de inovações. Nesse contexto, a aproximação com a Academia é muito importante, uma vez que ela é dotada de capacidade de reflexão sobre o estado da arte dos temas em que está envolvida. Dessa necessidade surge a Jornada INDE Academia, que tem como proposta a integração dos processos de construção da INDE e de seus atores através de encontros periódicos, buscando permitir uma aproximação de gestores públicos e Academia.
O objetivo principal da Jornada INDE Academia 2014 é ampliar o conhecimento sobre a produção e uso da informação geográfica no Brasil, abordada no âmbito de uma Política Nacional de Geoinformação (PNGeo). Ademais, a Jornada visa a:
  • Debater o processo de construção da PNGeo
  • Discutir a consolidação da INDE como instrumento da Política Nacional de Geoinformação (PNGeo)
  • Apresentar os trabalhos e linhas de pesquisas desenvolvidos pela Academia.




A Jornada INDE ocorreu nos dias 27 e 28 de maio de 2014 na Escola de Administração Fazendária, em Brasília. Foi um evento que uniu diversos atores envolvidos com a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais, tais como órgãos governamentais (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, IBGE, Ministério dos Transportes, IBAMA e etc.), Universidades (UnB, UFBA, UFPR e etc.), empresas privadas (Imagem - Soluções de Inteligência Geográfica) e a sociedade civil em geral. Foram discutidos os seguintes temas principais:


  • Evolução das Infraestrutura de Dados Espaciais - IDEs e das Políticas de Geoinformação
  • Caminhos para o aperfeiçoamento tecnológico da Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais - INDE
  • A INDE no conceito de mapeamento colaborativo
  • Contribuições da Rede para a Gestão Pública: Como a Academia pode contribuir para a melhoria da Gestão Pública através do uso e da aplicação da geoinformação.
  • Perspectivas para a Política Nacional de Geoinformação - PNGEO: Estágio atual e próximos passos
  • Instrumentos da PNGeo 1: Planos de Geoinformação


O público-alvo do encontro são os produtores e usuários de informações geoespaciais, incluindo instituições governamentais, institutos de pesquisa, organizações não governamentais, associações científicas, bem como técnicos e pesquisadores interessados na produção, disseminação e utilização de informações necessárias ao conhecimento da realidade do país e ao exercício da cidadania.

Nenhum comentário :

Postar um comentário