terça-feira, 15 de setembro de 2015

XBRL e transparência de dados governamentais

A relação entre o XBRL (Extensible Business Reporting Language - que padroniza a troca de informações contábeis e financeiras) e a transparência de dados governamentais foi um dos temas abordados no terceiro dia da edição de 2014 da Conferência Internacional sobre XBRL.

Durante o evento foi feita uma apresentação sobre uma lei existente nos Estados Unidos que trata do tema de transparência de dados, a Lei de Contabilidade e Transparência Digital (Digital Accountability and Transparency Act - DATA), destacando que ajustar esta lei às complicações existentes no gasto do Governo Federal Americano é uma tarefa quase sem fim. O palestrante Campbell Pryde, Presidente da organização XBRL US, detalhou os componentes básicos necessários para que a lei seja implementada, e para que seja então corretamente utilizada e aproveitada.

Grande destaque foi dado ao fato de que esta lei é parte de um longo processo que visa a transparência. O governo federal dos Estados Unidos tem um ciclo de gastos complexo, exacerbado pelo fato de que rastrear estes dados sobre os gastos envolverá múltiplos grandes sistemas mainframe e vários formatos.

Tornar estes dados utilizáveis irá requerer padrões de relatórios de dados (como é o caso do XBRL) com períodos bem definidos, identificadores de entidades e órgãos, e identificadores financeiros.

Durante a palestra, a audiência questionou como que as informações obtidas por intermédio da lei podem contribuir para a avaliação de desempenho de agências governamentais, já que uma coisa é saber quanto algo custa, e outra é saber se um programa governamental foi bem sucedido. O palestrante indicou que os padrões de dados podem ser uma janela para visualizar os dados, e citou a possibilidade de obter maiores detalhes dos dados de pagamentos às empresas subcontratadas, bem como o fato de que haverá um grande número de grupos vigilantes, tanto privados quanto sem fins lucrativos, ansiosos para obter e analisar os dados.

Nenhum comentário :

Postar um comentário