quinta-feira, 27 de março de 2014

BPM Day Três Poderes e Ministério Público


No dia dezenove de março, aconteceu o BPM Day Três Poderes e Ministério Público, Brasília, no auditório JK da Procuradoria Geral da República, evento focado no compartilhamento de experiências entre os órgãos publico com a implementação de BPM.

Aberto por Nicir Chaves, Gestora Regional do DF da ABPMP Brasil e pelo Sr. Lauro Pinto Cardoso, Secretário do Ministério Público, teve como primeiro palestrante o Sr. Eduardo Noronha do Escritório de Gestão de Processos e Projetos Estratégicos da Secretaria Executiva do Ministério da Educação (MEC), que relatou a experiência com um mapeamento de processos a partir de uma visão sistêmica, iniciado em 2008 e que contribui hoje para a elaboração de decisões e no apoio das ações estratégicas tanto internas quanto externas.

A segunda apresentação foi de Camila Flavya da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), sobre o Programa de Gestão por Processos criado em janeiro de 2013 e que em sua primeira fase identificou problemas da RNP em relação aos serviços prestados, como redundância de serviços; ferramentas diferentes para setores que tinham a mesma demanda; e falta de controle gerencial na abertura dos chamados, entre outros. Camila encerrou a apresentação falando dos principais resultados e as lições aprendidas com a implementação do Programa.

A terceira e ultima apresentação no período da manhã teve como tema: Vencendo resistências com resultados e o objetivo foi mostrar o Modelo de Gestão por Processos do Supremo Tribunal Federal (STF). Antônio Rabelo, líder do Escritório de Processos do STF começou a apresentação discursando sobre as resistências que a alta direção teve para a implementação da política de processo, seguido por Patricia Maria Bastos que, responsável pela implantação do Modelo de Gestão por Processos no STF, apresentou as etapas programa esclarecendo sobre a criação da cadeia de valor; o levantamento dos processos a serem mapeados; a escolha da metodologia integrada; as dinâmicas utilizadas para vencer as resistências; como aconteceu a criação do escritório de processos; a identificação das melhorias e resultados efetivos; e como manter os bons parceiros institucionais.


Ao término da manhã, o Sr. Alexandre Guimarães do Ministério da Defesa, coordenou a Mesa Redonda onde foram debatidas e respondidas as questões e perguntas levantadas pelos participantes.

Para outras informações visite a página da ABPMP no Facebook.

Nenhum comentário :

Postar um comentário