terça-feira, 29 de novembro de 2016

Transparência Organizacional e a Arquitetura Corporativa

O entendimento dos outros Países com relação as suas arquiteturas corporativas
No início do desenvolvimento do FACIN – Framework de Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade no Apoio à Governança, investigamos as iniciativas existentes em outros países como forma de benchmarking.
Identificamos que inúmeros países utilizam padrões desenvolvidos e adaptados de Arquitetura Corporativa, utilizando como base diversos frameworks e padrões holísticos ou específicos para uma única Visão da Arquitetura.
Quando comparados, os Frameworks de Arquitetura Corporativa para Governo são semelhantes, no sentido de visar metas comuns, como o caso dos propósitos de e-Government (Governo Eletrônico).
Desta forma, para desenvolvimento do FACIN, com participação de entidades disciplinadoras de todos os padrões envolvidos e com o apoio de especialistas nestes temas, foram consultados diversos Frameworks de Arquitetura Corporativa para Governo de diversos países. Para filtrar a enorme quantidade de padrões e selecionar os melhores, mais adequados e mais maduros e robustos, foram utilizados os resultados das pesquisas de e-Government realizado bianualmente pela ONU, que aponta as características dos países que lideram o ranking, tais como República da Coreia, Austrália, Singapura e Estados Unidos.
Inicialmente foram selecionados 4 iniciativas:
·       FEA (Federal Enterprise Architecture) – Estados Unidos
·       AGA (Australian Government Architecture)– Austrália
·       GEA-NZ (Government Enterprise Architecture) – Nova Zelândia
·       eWave (Enterprise - Wide Architecture for Value Enhancement) - Singapura
FEA  – Estados Unidos
O Acesso a informação para suporte a Transparência do Governo é um dos princípios gerais do FEA.
AGA  – Austrália
Transparência faz parte do princípio PR-12 e aborda três itens importantes: Informar, Engajar e Participar.
GEA-NZ   – Nova Zelândia
Transparência faz parte das características que devem ser implantadas em atividades para implantação de governo aberto constantes nos modelos de referência de negócios, dados e TI.
eWave – Singapura
Um dos resultados esperados é aumentar a transparência do “Governo como um todo”.
Então temos duas notícias boas:
1.    O tema transparência é considerado relevante e os Governos consideram que existe uma forte simbiose com à prática de arquitetura corporativa de governo.
2.    Eles tratam da importância do tema porém ainda não de forma sistemática, o que representa uma oportunidade e um pioneirismo para o FACIN.
Obs.: No meu próximo post vou falar sobre esse processo de seleção.

Até a próxima!

Nenhum comentário :

Postar um comentário