segunda-feira, 26 de outubro de 2015

João Pessoa é apontada como a segunda capital mais transparente do Nordeste e a nona do país


Prefeito_visitaobras_foto_JulianaSantos 086
A cidade de João Pessoa conseguiu destaque em mais um levantamento nacional sobre transparência pública nos municípios. De acordo com o ranking estabelecido pelo projeto Cidade Transparente, de São Paulo, a capital paraibana é a segunda capital mais transparente em toda a região Nordeste, além de ocupar a nona colocação entre as 26 capitais brasileiras e o Distrito Federal.
O resultado aparece um dia após a divulgação de estudo feito pela agência classificadora de risco Austin Ratings, onde João Pessoa aparece como a segunda cidade brasileira com melhor execução orçamentária, entre os 5.565 municípios brasileiros.
Entre os motivos que levaram ao resultado está a transparência da gestão na execução orçamentária e aplicação em obras públicas. Só em 2015, estão sendo aplicados pela gestão municipal um total de 167 milhões em obras já entregues, como as creches, Unidades de Saúde, Academias de Saúde, a Praça da Juventude, Praça da Independência e milhares de unidades habitacionais.

Além disso, ainda há investimentos em fase de conclusão. É o caso do novo Parque Solon de Lucena, da calçadinha da Orla, da UPA de Cruz das Armas, as pontes da Beira Rio e cinco novas escolas em tempo integral.
Viaduto_BR230_RafaelPassos 024(2)
“Ficamos muito felizes com estes resultados e percebemos que eles estão diretamente ligados”, destacou o prefeito Luciano Cartaxo. “Nosso orçamento sempre foi trabalhado de forma planejada e transparente, o que permitiu a continuidade de obras em benefício do povo até mesmo em um período de crise. Quando unimos uma gestão equilibrada e a participação da população, o resultado é muito positivo”, complementou.
Para fazer a pesquisa sobre transparência, as organizações coletaram dados para responder a 129 questões-chave sobre os dados disponibilizados, a qualidade dos canais de informação e o funcionamento dos mecanismos de participação social, como audiências públicas e os conselhos de saúde e educação. A nota foi atribuída de acordo com as respostas.
João Pessoa recebeu pontuação 47,94, atingindo a faixa de avaliação de cidades como Cuiabá, Recife, Brasília, Belo Horizonte e Rio Branco. As pontuações mais altas foram obtidas por Vitória, Curitiba, São Paulo e Porto Alegre. Outras 17 capitais acabaram recebendo notas apontadas pelos pesquisadores como de nível baixo.
O projeto – O “Cidade Transparente” é uma iniciativa do Instituto Ethos e da Amarribo Brasil, em conjunto com outras doze entidades destinadas à avaliação da gestão pública. A análise também contou com a consultoria da OXY Pesquisa para refinamento do instrumento de pesquisa, coleta, sistematização e análise de dados, além da produção de manual metodológico.

Nenhum comentário :

Postar um comentário