Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2017

O FACIN na prática com o Projeto GEO - Parte 9

No post anteriorabordamos o detalhamento da visão Segurança com a aplicação da dinâmica de Análise de Cenário utilizada na Oficina FACIN-ABEP, realizada pelo Serpro em parceria com a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP). A dinâmica compreende as atividades de identificação do problema, modelagem, análise e construção dos cenários atual e proposto (solução do problema).
Na PRODEMGE o cenário utilizado foi a implantação de uma solução corporativa de geoprocessamento no Estado de Minas Gerais, aqui identificada apenas como Projeto GEO.
Nesta postagem abordaremos o detalhamento das visões Programas e Projetos e Sociedade do Projeto GEO utilizando o Frameworkde Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade no Apoio à Governança(FACIN), conforme figura 1.
Figura 1: Detalhamento das visões Programas e Projetos e Sociedade do Projeto GEO 2.
A figura 2 apresenta uma visão de projeto simplificada da Implantação da Solução Corporativa de Geop…

Modelagem de dados para a publicação de Dados Abertos (Conectados) - parte 01

Por Thiago Ávila*
Dando continuidade à nossa série de artigos sobre Dados Abertos (conectados), vamos apresentar a terceiramelhor prática para a publicação de Dados Abertos Conectados, aplicando-os no contexto Governamental. Estes artigos têm como fundamentação a dissertação de mestrado, Uma Proposta de Modelo de Processo para Publicação de Dados Abertos Conectados Governamentais”[1], onde desenvolvi uma revisão de literatura que identificou 70 recomendações para a publicação de Dados Abertos Conectados Governamentais, distribuído entre as 10 melhores práticas estabelecidas pelo W3C[12], que estão sendo exploradas em continuidade a esta série de artigos aqui no blog, cuja metodologia apresentei no artigo anterior.
Para identificar recomendações voltadas a implementar a terceira melhor prática, “3.Modelar os dados”, foi estabelecida a seguinte questão de pesquisa: “O que os processos de publicação de dados abertos (conectados) recomendam a ser feito para contemplar a melhor prática de M…

Modelagem de processos além da BPMN

No último post falei sobre processos de negócio que não se enquadram no modelo mais conhecido da “Cadeia de Valor”, proposto pelo Michael Porter. Apresentei como umas das alternativas o modelo “Escritório de Valor”, o qual descreve organizações que criam valor resolvendo problemas de seus clientes através da promoção de mudanças que levam o cliente de um “estado atual” para um “estado futuro” desejado.
Neste modelo, considera-se que os processos são mais flexíveis e a sequência de execução de suas atividades não está pré-determinada. Esse tipo de processo é frequentemente chamado de “Gestão de Casos” e será o assunto deste post.
Para facilitar o entendimento, usarei como exemplo um processo administrativo genérico simplificado cujo modelo convencional é mostrado na figura a seguir:
Considerem as atividades marcadas “Verificar conteúdo” e “Completar conteúdo”. Na primeira, o executante analisa o conteúdo da documentação apresentada e identifica se existem falhas e inconsistências que imp…

As nove Visões do FACIN – Parte 5 – Aplicações

Por: Alexandre Coutinho
Olá!
No artigo anterior abordamos a Visão de Negócios do Framework de Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade no Apoio à Governança (FACIN). Neste 5º artigo dessa série trataremos da Visão de Aplicações.
Esta Visão do FACIN descreve o conjunto de elementos de software que permitam a produção, armazenamento, transmissão, acesso, segurança e o uso e intercâmbio das informações dentro do contexto de execução dos processos de negócios das organizações governamentais. No nível do Governo como um todo, esta Visão estabelece modelos, artefatos e guias comuns como forma de promover uma uniformização do conhecimento e fortalecer o compartilhamento, consolidação e reuso de aplicações que suportam os serviços de TIC. No nível das organizações governamentais, esta Visão descreve os ativos de aplicações de apoio à gestão interna e ao portfólio de serviços de TIC entregues.
Estes elementos, a relação entre eles e os artefatos, diretrizes, políticas e padrões associ…

O FACIN na prática com o Projeto GEO - Parte 8

No post anteriorabordamos o detalhamento da visão Infraestrutura com a aplicação da dinâmica de Análise de Cenário utilizada na Oficina ABEP-FACIN, realizada pelo Serpro em parceria com a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP). A dinâmica compreende as atividades de identificação do problema, modelagem, análise e construção dos cenários atual e proposto (solução do problema). Na PRODEMGE o cenário utilizado foi a implantação de uma solução corporativa de geoprocessamento no Estado de Minas Gerais, aqui identificada apenas como Projeto GEO. Nesta postagem abordaremos o detalhamento da visão Segurança do Projeto GEO utilizando o Framework de Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade no Apoio à Governança (FACIN), conforme figura 1.
Figura 1: Detalhamento da visão Segurança do Projeto GEO 2.
A Política de Segurança - Risco está plenamente alinhada ao The Open Group Standard for Risk Taxonomy (O-RT), versão 2.0. É uma versão atualiza…