domingo, 13 de dezembro de 2015

Estudantes goianos criam soluções de transparência aos dados do Governo



Cerca de 85 estudantes de diversas faculdades goianas dos cursos de tecnologia e informática, engenharia, administração, entre outros, passaram o final de semana imersos numa maratona programada pelo Governo de Goiás: a Hackatona Let´s GO. O evento, realizado na Vila Cultural Cora Coralina, em Goiânia, desafia os estudantes a proporem soluções a partir de dados do orçamento do Governo estadual em três eixos: contratação de produtos e serviços de forma mais intuitiva, mecanismos para acesso facilitado às despesas do Estado e, fornecimento de inteligência sobre dados de arrecadação e despesas por setor e atividade econômica.

Os vencedores da Hackatona serão conhecidos nesta segunda-feira (14/12), às 10 horas. Escolhidos por um júri de entidades do terceiro setor e empreendedores, os vencedores serão submetidos a uma “mentoria criativa” e, com os prêmios recebidos, poderão desenvolver suas propostas no mercado. 

O primeiro lugar da maratona hacker ganhará 40 dias de incubação para a startup criada durante a Hackatona, além de bolsas de estudo Empretec, que, promovido pelo Sebrae, é considerado uma das principais soluções para contribuir com o desenvolvimento de características do comportamento empreendedor. O segundo lugar irá ganhar 30 dias de incubação e o terceiro, 20. Durante esse período, os vencedores terão total suporte e treinamento de empreendedores para que eles desenvolvam ideias e as transformem em empreendimentos com potencial de sucesso.

A estudante de pós-graduação em Gestão e Negócios Renata de Fátima Alves, formada em administração de empresas, é uma das participantes da Hackatona e pretende trabalhar no evento as 54 horas de duração e ainda participar das palestras que virão em seguida. “Deixei o meu fim de semana de balada para me juntar a outros colegas com o propósito de buscar mecanismos facilitadores de acesso às informações do Governo estadual. Percebo que as informações estão disponíveis, porém, de difícil acesso aos leigos. Precisamos melhorar isso”, afirma Renata.

Essa é também a percepção do secretário Thiago Peixoto, de Gestão e Planejamento. “O Governo estadual disponibiliza todas as informações através da internet, de forma transparente, mas reconheço que o acesso nem sempre é fácil. Por isso, através da Hackatona, com a participação dos estudantes goianos, queremos buscar a melhor solução de acesso ao banco de dados do Estado e criar uma rede de inovação e empreendedorismo em Goiás”, afirma o Secretário.

O estudante do 4º período de engenharia da produção, da Universidade Federal de Goiás, Leonardo Souza Costa, participante da Hackatona Let´s GO, espera adquirir conhecimentos na área do empreendedorismo com os tutores da área que estão no evento e criar uma proposta mais efetiva para resolver a questão do acesso às informações do Governo, de forma ainda mais transparente. “A iniciativa da Segplan é muito louvável, criando incentivo de inovação. Tem muita galera aqui em Goiânia disposta a contribuir com o Governo”, garante.

Organizada pela Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan), com apoio da Controladoria Geral do Estado (CGE) e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SED), por meio do Inova Goiás, a hackatona, que é a primeira parte do Let´s GO, divide os participantes em equipes, sempre representada por um programador, um designer e um empreendedor e o pessoal de criação e apoio. Ao todo, eles trabalharam 54 horas seguidas construindo soluções para tornar mais facilitado o acesso aos dados públicos.

Mais informações em: www.lets.go.gov.br


Nenhum comentário :

Postar um comentário